A seis rodadas do fim da Premier League 2018/19 – cinco no caso do United e sete no do City -, a briga pelo acesso à Liga dos Campeões 2018/19 está ao rubro. Os quatro primeiros lugares da tabela dão acesso à prova de clubes mais importante do continente a briga por dois desses lugares promete ir até ao fim.

Candidatos com vaga garantida

Foto: "Reuters"

Foto: “Reuters”

De há vários meses a esta parte que se percebeu que a briga pela conquista do título inglês se faria entre Liverpool e Manchester City, dois primeiros colocados da tabela com larga distância em relação aos demais concorrentes – ambos seguem em prova na atual edição da competição, importa sublinhar, tal e qual como o Manchester United e o Tottenham (“Spurs” vão enfrentar o City).

Resta somente a confirmação matemática relativa à presença de “Reds” e “Citizens” na Liga dos Campeões 2018/19, mas a indefinição se mantém no que diz respeito ao terceiro e quarto postos, disputados por Arsenal, Tottenham, Manchester United e Chelsea. Entre os “Gunners” que ocupam a terceira posição e o Chelsea, atual sexto colocado, a distância é de apenas três pontos.

Todos pelos milhões

O Manchester United antecipou seu compromisso da rodada 33 e viajou até o terreno do Wolves nessa terça-feira (2). A visita não correu de feição para os comandados de Ole Gunnar Solskjaer que, apesar de terem começado a vencer, perderam por dois a um em um encontro que ficou marcado pela expulsão de Chris Smalling. Ora, de momento, os “Red Devils” têm mais um jogo que os concorrentes Chelsea, Tottenham e Arsenal, trio de olhos postos na possibilidade de ganhar vantagem em relação ao time de Old Trafford. O Tottenham entra esta noite em campo com o “fato de gala” para inauguração do novo estádio e o Chelsea também atua na capital inglesa, no caso, diante do Brighton & Hove Albion. Em caso de vitória, os “Blues” vão ascender aos lugares que dão acesso à Liga dos Campeões, deixando o Manchester United de fora.

Noite histórica para os “Spurs”

A noite de 3 de abril de 2019 ficará para sempre na história do Tottenham, uma vez que os “Spurs” vão disputar seu primeiro jogo de sempre na nova casa. Após um longo período a atuar em Wembley na sequência da demolição de White Hart Lane, os londrinos têm novamente casa própria, um estádio moderno, com capacidade para mais de 62 mil espetadores que vai ser inaugurado na noite dessa quarta-feira para enfrentar o Crystal Palace no “derby” de Londres. Caso pontuem, os comandados de Pochettino “descolarão” do Manchester United, embora o objetivo passe, claro está, pela vitória.

O Arsenal, principal rival do Tottenham, só vai a jogo no próximo domingo e para enfrentar o Everton no Goodison Park O resultado conquistado pelo Tottenham nessa noite poderá colocar pressão nos “Gunners”, dado que uma vitória permitiria ao Tottenham assumir já o terceiro posto da tabela com um ponto de vantagem em relação ao adversário com quem partilha o norte de Londres.

Até final, haverá somente um confronto que colocará frente dois desses quatro times que brigam pelas últimas duas vagas diretas na Liga dos Campeões 2018/19 – a rodada 36 da competição vai ditar um embate entre Manchester United e Chelsea no Old Trafford.

Boas apostas!