Magrão, o goleiro do Sport Recife, fez um jogo histórico neste sábado (24) contra o Santos, em partida válida pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2016, onde o Sport venceu por 1×0 e Magrão saiu de campo sem tomar gol. O arqueiro chegou a marca impressionante de 600 jogos pelo “Leão da Ilha”, como é chamado o Sport Club do Recife. Magrão chegou ao Sport em 2005 e após 11 anos, dez títulos conquistados e muitas bolas defendidas, o goleiro conseguiu ultrapassar a marca de Givanildo Oliveira, que tinha um recorde de 599 jogos pelo arquirrival Santa Cruz.

Goleiro Magrão com sua camisa comemorativa número 600.

Goleiro Magrão com sua camisa comemorativa número 600.

Alguns fatos marcaram sua trajetória, desde sua estreia em 2005 quando em 27 de maio estreou com vitória sobre o Guarani e sem levar gols, passando pela lesão que o deixou fora dos gramados até 2006, perdendo a titularidade, vendo um título pernambucano do banco de reservas, porém reconquistando seu lugar, durante a Série B daquele ano, ajudou o time ao acesso a elite do futebol. Depois de atuações irregulares, chegou a fama por ter sido o goleiro a tomar o milésimo gol de Romário. Magrão voltaria a ter boas atuações e chegou a ser elogiado por Rogério Ceni pelas suas defesas milagrosas. Em 2008 disputou a Copa do Brasil e fez seu único gol na semifinal contra o Vasco, conquistando a vaga na final por pênaltis, chegaram a final e foram campeões em cima do Corinthians. Em 2009 fez boa campanha na Libertadores, fazendo uma defesa milagrosa na estreia, fato que correu o mundo. No Estadual, foi essencial a fazer a defesa menos vazada do campeonato. De 2010 a 2012, passou por momento conturbado na carreira, a soma de lesões atrapalharam o goleiro. Em 2013, mesmo atuando pela Série B, ajudou o Sport a chegar as oitavas de final na copa Sul-Americana, após defender três pênaltis contra o Náutico. Em 2014 conquista a Copa do Nordeste. Em 2015 sofreu uma lesão no ombro, perdeu a titularidade para Danilo Fernandes, porém depois com a ida de Danilo para o Internacional, Magrão recuperou seu espaço novamente.

Carreira de títulos

Goleiro Magrão e alguns de seus troféus conquistados com o Sport.

Goleiro Magrão e alguns de seus troféus conquistados com o Sport.

O goleiro Alessandro Beti Rosa, mais conhecido como Magrão, tem atualmente 39 anos e muita experiência como arqueiro. Iniciou sua carreira futebolística profissional em 1997 com 20 anos de idade, no Nacional-SP, onde ficou até 1999. Em 2000 teve passagem pela Portuguesa, em 2001 pelo Botafogo-SP e Rio Branco-SP. Em 2002 foi para o Ceará onde conquistou o título de campeão cearense e em 2003 voltou para o Rio Branco-SP. Em 2004 atuou pelo Fortaleza, onde levantou a taça de campeão cearense novamente. No mesmo ano, voltou novamente para o Rio Branco-SP, onde ficou até 2005, ano que voltou para o Sport.

Em 2005, Magrão chegava ao Sport, clube que defenderia por mais de uma década. Os títulos que o goleiro acumularia seriam vários, entre eles seis campeonatos pernambucanos (2006, 2007, 2008, 2009, 2010 e 2014), uma Copa do Brasil (2008), uma Copa do Nordeste (2014) e duas taças Ariano Suassuna (2015 e 2016). O goleiro também recebeu prêmios individuais, como melhor goleiro do Campeonato Pernambucano, foi eleito em 2007, 2008, 2009, 2010, 2012 e 2014. Como integrante da seleção do Campeonato Pernambucano em 2007, 2008, 2009, 2010, 2012, e 2014. O goleiro também foi eleito o craque do Campeonato Brasileiro da Série B de 2010 e integrou a seleção da Copa do Nordeste de 2014.

Sport no brasileirão 2016

O Sport Clube do Recife, consegue nesta 27ª rodada, uma importante vitória sobre o Santos FC, time que figura muito próximo dos líderes da competição. Com vinte e sete jogos disputados, nove vitórias, seis empates e doze derrotas, acumula trinta e três pontos conseguindo alguns pontos de distância da ZR (Zona de Rebaixamento), cinco pontos mais precisamente, distância que pode sofrer alteração com o decorrer da rodada. O Sport vem fazendo uma campanha mediana, com uma boa quantidade de gols marcados, trinta e sete, porém com um sistema defensivo muito vazado. Quarenta e um gols. Agora com essa vitória, o Sport respira um pouco e terá que continuar a conquistar pontos importantes que serão disputados em casa daqui pra frente, isso será fundamental para evitar o rebaixamento.

Boas Apostas!