A janela de transferências europeia encerrou no dia 1 de setembro, mas são vários os atletas que ainda procuram colocação para essa época esportiva. Apresentamos uma lista de dez jogadores com carreira na Europa que se encontram liberados.

Foto. "Valerio Pennicino/Getty Images"

Foto. “Valerio Pennicino/Getty Images”

Claudio Marchisio

Dedicou toda uma carreira à Juventus e deixou o clube de Turim no mesmo ano em que outro ícone se afastou: Gianluigi Buffon. Aos 32 anos, apesar dos problemas relacionados com lesões, Claudio Marchisio ainda tem muito para dar ao futebol e não seria surpreendente que encontrasse colocação nos próximos dias.

Evra

Patrice Evra possui um currículo invejável, recheado de títulos e passagens por emblemas históricos como Manchester United, Juventus e Marselha. O lateral gaulês retornou ao seu país para representar o Marselha em 2016/17, mas a agressão a um torcedor antes de um jogo da Liga Europa, em Guimarães, pôs fim ao seu ciclo no clube. Os londrinos do West Ham ainda investiram em seus serviços na temporada 2017/18, mas os londrinos não renovariam o vínculo do jogador que nesse momento e encontra sem colocação.

Dimitar Berbatov

O artilheiro búlgaro se notabilizou na Premier League ao serviço de Tottenham e Manchester United, passando posteriormente com relativo sucesso pelos franceses do Mónaco. Na última época esportiva, após um ano sem jogar, Berbatov tinha estado ao serviço dos indianos do Kerala Blasters. Nesse momento, aos 37 anos, o atacante de Leste está sem contrato.

Balász Dzsudzsák

O virtuoso húngaro passou por PSV Eindhoven, Anzhi, Dínamo de Moscovo e Bursaspor, se afirmando como um dos jogadores mais talentosos da nova geração magiar, mas nesse momento se encontra sem clube após uma passagem pelo Al-Wahda dos Emirados Árabes Unidos. O extremo esquerdo tem hoje 31 anos.

Emenike

O atacante internacional pela Nigéria passou pelos turcos do Fenerbahçe, pelos russos do Spartak de Moscovo e chegou a estar meia época nos ingleses do West Ham, ainda que sem sucesso. Nos últimos anos, tinha representado Olympiakos e Las Palmas, o vínculo ao time grego cessou e Emenike continua em busca de soluções para dar continuidade a sua carreira esportiva.

Giuseppe Rossi

Tido como uma grande promessa do futebol transalpino, Giuseppe Rossi passou por Manchester United, Newcastle, Villarreal, Parma, Fiorentina, Levante ou Celta de Vigo, mas seu percurso foi sempre muito afetado por graves lesões. Durante metade da época 2017/18, Rossi esteve mesmo sem vínculo com nenhum clube, fechando em dezembro com o Genoa, clube que abandonou no final da última temporada.

John Terry

Após toda uma vida dedicada ao azul do Chelsea, John Terry decidiu abandonar Londres para rumar à segunda maior cidade da Inglaterra e representar o Aston Villa de Birmingham. Contratado pelos “Villans” para se afirmar como principal referência de um time que assumia uma candidatura à subida de divisão, o ex-internacional inglês esteve durante uma época no clube.

Lacina Traoré

Esse é o único elemento da lista que tem menos de 30 anos de idade. O costa marfinenses Lacina Traoré, jogador que iniciou seu percurso europeu no Cluj, passou pelo futebol russo, representou o Mónaco, o Everton, o CSKA de Moscovo e mais recentemente o Amiens. O contrato com os monegascos cessou e nesse momento o possante atleta de 28 anos é livre.

Diego Cavalieri

Também tem brasileiro nessa lista. Aos 35 anos, após meia época ao serviço dos londrinos do Crystal Palace, o guardião Diego Cavalieri está sem clube.

Bakary Sako

Representou os gauleses do Saint-Étienne durante várias temporadas, rumando posteriormente ao Wolves na época 2012/13. Apósa passagem pelos “lobos”, representaria o Crystal Palace. O contrato com os “eagles” chegou ao fim e Bakary Sako, jogador de ascendência maliana hoje com 30 anos, ficou sem clube.

Boas Apostas!